continua depois da publicidade

Em comunicado nesta terça-feira (24) o Airbnb se comprometeu a fornecer moradia gratuita para 20 mil refugiados afegãos.

O CEO da empresa Brian Chesky disse que o programa começaria imediatamente e que a empresa pagaria pelas estadias. Eles estão trabalhando com organizações não governamentais in loco para ajudar com as necessidades mais urgentes.

O anúncio baseia-se nos esforços que já começaram em apoio aos refugiados afegãos no Airbnb. Na semana passada, o Airbnb.org deu financiamento de emergência e apoio ao Comitê de Resgate Internacional (IRC), HIAS e Church World Service para fornecer estadias temporárias imediatas por meio da plataforma do Airbnb para até 1.000 refugiados afegãos que chegam.

O Airbnb já atua em causas humanitárias desde 2012, quando aconteceu o furacão Sandy e desde então vem aumentando sua contribuição com esse tipo de causa.

No último fim de semana, o Airbnb.org trabalhou com parceiros para colocar 165 refugiados em moradias seguras logo após pousar nos Estados Unidos.

O Airbnb explicou que vai colaborar com agências de reassentamento e ONGs “para ir onde a demanda está” e adaptar a iniciativa e o tipo de apoio à necessidade.

Quem se interessar na causa e quiser fazer doações pode acessar o site Airbnb.org Refugee Fund, um fundo criado pela empresa para políticas de apoio a refugiados.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!