continua depois da publicidade

Nesta terça (10), a Poly Network, plataforma de finanças descentralizadas (DeFi) que possibilita transações do tipo peer-to-peer (de pessoa para pessoa), anunciou que havia sido vítima de uma invasão. Os hackers levaram cerca de US$$ 600 milhões (R$ 3,1 bi) em criptomoedas após terem “explorado vulnerabilidades” nos contratos do sistema.

A Poly anunciou que tomaria medidas judiciais e apelou para que os hackers devolvessem tudo que levaram. Surpreendentemente, cerca de 24 horas depois, cerca de US$ 260 milhões em criptomoedas já haviam sido  devolvidos, segundo reportaram as companhias de rastreamento Chainalysis e Elliptic.

A rede da Poly permite que seus usuários troquem tokens por meio de diferentes blockchains, mas como não há uma cooperação estreita entre elas, tornar-se difícil rastrear a trilha da criptografia.

Invasão como ‘diversão’

Uma pessoa que diz ser afirma ser responsável pelo roubo afirmou que o ataque “por diversão” e que seu desejo era “expor a vulnerabilidade” antes que outros pudessem aproveitar-se dela.

Segundo informações da Elliptic e Chainalysis, essa pessoa que não quis se identificar, ressaltou que seu plano “sempre foi” devolver os tokens.

“Eu não tenho muito interesse em dinheiro”, resumiu.

Tom Robinson, cofundador da Elliptic, acredita que a devolução do dinheiro pode ter ocorrido pela dificuldade de se lavar tanto dinheiro digital roubado. “Lavar dinheiro digital é extremamente difícil por causa da transparência da blockchain e o amplo uso de análises de blockchain por instituições financeiras”, insiste Robinson.

Ao mesmo tempo, a empresa de criptomoedas Tether anunciou que havia rastreado e congelado 33 milhões de dólares em criptomoedas relacionados ao roubo. Executivos de outras empresas de criptografia prometeram que iriam auxilar a Poly Network a recuperar o que foi perdido.

Plataformas de finanças descentralizadas (DeFi), como a Poly Network permitem que seus usuários façam  transações de compra e venda de criptomoedas sem intermediários como bancos e bolsas. Este setor tem crescido rapidamente  e estima-se que as plataformas DeFi já administrem o equivalente a 80 bilhões de dólares.

Saiba mais sobre DeFi aqui.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!