continua depois da publicidade

Apesar da recente correção acentuada no mercado cripto, Jesse Powell, cofundador e CEO da Kraken, uma das principais exchanges de criptomoedas, ainda acredita que um bitcoin (BTC) vai comprar um Lamborghini – que custa US$ 200 mil – até o final do ano. Contudo, ele enfatiza que as pessoas não deveriam jogar todas as suas economias no mercado cripto pensando que vão lucrar rapidamente. Em vez disso, precisam tratar o BTC como um investimento de cinco a dez anos.

“Não invista mais do que você pode perder. Não aposte seu aluguel no bitcoin com os preços subindo e descendo 50% em uma única semana. Você realmente precisa pensar sobre esse investimento como algo para manter por cinco a dez anos”, disse ele em entrevista à Bloomberg TV.

O CEO explica que, embora o BTC continue sendo “um investimento absolutamente fantástico”, não recomenda colocar 100% de seu portfólio em bitcoin, especialmente quando se trata de “dinheiro para despesas do dia a dia”.

“Eu absolutamente não colocaria 100% de meu portfólio em bitcoin, nem o dinheiro do aluguel e muito menos meu dinheiro para comida. Você não quer que as pessoas sobrevivam apenas com macarrão”, disse Powell.

O analista defende que os investidores tratem o bitcoin como uma “negociação semanal” e “em hipótese alguma devem apostar mais do que podem perder”. Em sua opinião, ainda é “um investimento muito arriscado, a menos que você o trate como um plano de longo prazo”.

Apesar das advertências sobre o risco, Jesse Powell parece permanecer otimista em relação ao BTC. “Pessoalmente, estou pesquisando como posso vender meus rins neste momento. Acontece que é ilegal”, brincou.

Quando questionado sobre a recente oscilação de preço, Powell disse que permanece inabalável e explicou que essa volatilidade de preço é algo normal em um mercado nascente.

“Não estou preocupado com essa tendência de queda. Você sabe que já vimos isso repetidas vezes. O cripto é uma montanha-russa. Você precisa ter um estômago de ferro para tolerar o passeio. Mas você sabe que os ganhos são enormes para quem consegue lidar com isso”, enfatiza.

A Kraken está confiante no crescimento do número de pequenos investidores, lançando um novo aplicativo móvel nos Estados Unidos, que permitirá que aos seus clientes negociarem mais de 50 criptoativos diretamente de seus telefones. A Exchange também será a primeira empresa do setor se tornar um banco. Ela recebeu autorização do Wyoming para operar como casa de câmbio virtual com licença bancária, capaz de oferecer serviços de recepção de depósitos, custódia e fiduciários para ativos digitais.

Regulamentação não preocupa

Nos últimos dias, após outro tweet negativo de Elon Musk, o BTC é negociado na casa dos US$ 35.000, caindo 7% somente na sexta-feira (4). Em comparação ao recorde histórico de US$ 64.805, alcançado em abril deste ano, a queda acumulada é de quase 45%.

Falando em Musk, o CEO da Kraken toda a influência do dono da Tesla sobre o mercado indica que cada vez mais pessoas estão procurando obter conselhos de investimento de figuras visionárias não tradicionais, por terem cada vez menos confiança no sistema econômico convencional. Ao ser questionado sobre as mudanças regulatórias anunciadas pelo governo dos EUA, Powell disse que isso é positivo, pois “uma regulamentação clara na verdade abriria as comportas” para investidores institucionais.

“Acredito que há muitos players grandes apenas esperando por um selo de aprovação… Eles não sabem como os reguladores vão tratar isso, então continuam no ‘modo de espera’ para ver o que vai acontecer”, disse.
Ele reiterou que “todos os grandes investidores já estão totalmente regulamentados”, portanto, um maior escrutínio regulatório não seria “nenhuma novidade para nós”, e afirmou que clareza regulatória seria, na verdade, muito útil neste momento.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!