continua depois da publicidade

Se você está pensando em investir em ações, ou já está fazendo isso, a volatilidade do mercado de ações é algo que você deve estar preparado para enfrentar, não deixando se abalar pelo emocional.

Não importa o quão alta você acha que sua tolerância ao risco pode ser, ninguém quer que o valor de seus investimentos caia, por isso, antes de entrar em qualquer investimento é necessário estudar o mínimo sobre o assunto e entender o tipo de investimento que está entrando, assim como seus riscos.

O que é volatilidade?

Volatilidade refere-se ao movimento no preço de um ativo. Uma volatilidade menor significa que o valor do ativo pode mudar de forma constante ao longo do tempo. Uma volatilidade mais alta significa que o valor pode mudar drasticamente em um curto período de tempo.

Aqui estão algumas dicas que você pode considerar para ajudar a gerenciar a volatilidade do mercado de ações.

As ordens limitadas permitem que você defina um preço máximo de compra para suas ordens de compra ou um preço mínimo de venda para suas ordens de venda. Se o mercado não atingir seu preço limite, sua ordem não será executada.

1. Não exagere

Você nunca pode ter certeza de que um investimento aumentará em valor. Desempenho passado não é indicação ou garantia de desempenho futuro.

Você precisa se sentir confortável com a possibilidade de perder o dinheiro que investe. Se esse é um dinheiro que você não pode perder, considere outras formas de investir, como tesouro direto ou certificados de depósitos bancários (CDBs).

2. Diversifique

Diversificar seus investimentos pode ajudar a minimizar seu risco e reduzir o impacto de qualquer volatilidade do mercado de ações.

A forte exposição a um determinado ativo ou tipo específico de investimento significa que você está mais suscetível a quaisquer flutuações que ocorram.

Se seus investimentos estiverem espalhados por vários setores ou tipos de investimento, quando uma empresa ou um setor no mercado de ações não estiver ganhando valor, é menos provável que você veja uma queda no saldo geral do portfólio. No entanto, mesmo que seus investimentos sejam diversificados, isso não garante que o valor de sua carteira não diminua.

3. Aceite que as mudanças são prováveis

A volatilidade faz parte do investimento. Aceitar que os movimentos são prováveis ​​é importante para garantir que você tenha paciência para tomar decisões financeiras informadas. As flutuações de curto prazo podem prejudicar uma estratégia de longo prazo se você estiver vulnerável à volatilidade.

4. Fale com um especialista

Falar com um profissional financeiro pode ajudar a orientar sua compreensão sobre os movimentos no saldo de sua carteira. Esse profissional pode também indicar carteiras recomendadas para você seguir, até que consiga tomar suas próprias decisões entendendo qual o melhor momento e oportunidade para entrar ou sair de um ativo.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!