continua depois da publicidade

Uma das maiores surpresas do mercado de criptografia de 2021 é o surgimento (e grande valorização) de moedas de meme. Durante anos elas foram vistas com desconfiança e custavam “quase nada”. Porém, alguns tuítes e endossos de influenciadores como Elon Musk foram o suficiente para fazer o Dogecoin (DOGE) disparar e ficar entre as 10 maiores em valor de mercado, segundo o CoinMarketCap.

Nas últimas semanas, surgiram algumas “baby coins”, versão bebê de algumas dessas criptomoedas de meme e algumas conseguiram oferecer ganhos absurdos aos investidores que acreditaram nelas. Por exemplo, após uma mensagem no Twitter de Musk, interpretada como endosso, fez a Baby Doge Coin, disparar 230% em poucas horas.

Atualmente existem pelo menos seis dessas moedas de meme tipo baby, sendo que a maioria tem apenas algumas semanas de existência. O mercado observa atento seu desenvolvimento, enquanto muitos especialistas consideram muito cedo para indicá-las, em especial pelos riscos já apontados sobre os projetos baseados em memes.

Baby Doge

Com apenas um mês de existência, pois seu lançamento foi 1 de junho, a BABYDOGE já chegou a valorizar quase 1.650%

Seu valor de lançamento era moeda digital foi de US$ 0,000000000099. Em 5 de julho, quando esta matéria foi escrita, a altcoin está custando US$ 0,000000004469. Por ocasião tuíte de Elon Musk, em 1º de julho, imitando o som do sucesso infantil baby shark, alcançou a máxima histórica de US$ 0,000000002109.

O nome e todo o marketing dela deixam claro que é uma versão infantil da primeira criptomoeda meme, a Dogecoin.

BabyBNB (BABYBNB)

O token surgiu no CoinGecko em 21 de junho e em poucos dias o token valorizou 1.190%.

Também usa o artifício de emular uma moeda conhecida, usando a ideia de versão baby da Binance Coin (BNB)

Em 29 de junho, BABYBNB valia US$ 0,000000002384. Considerando apenas o intervalo de 1 e 2 de julho, data da máxima histórica, a valorização foi de quase 100%. Seu maior preço foi US$ 0,000000039796 dia 2 de julho, mas com uma semana de vida, caiu e está sendo negociada a US$ 0,000000018184.

Os responsáveis pelo projeto afirmam no seu site que ela tem um valor social. “Nossa filosofia é se divertir enquanto tentamos melhorar o mundo em que vivemos”.

Baby Token (BABY)

Apesar do nome, a Baby Token (BABY) não faz parte dessa leva de memes com motivos infantis. Lançada em  dezembro 2020, afirma ter mais de 26 milhões de usuários. Seu site indica que o ecossistema está em desenvolvimento e, além de pagamentos, seria um token de utilidade.

Seu um preço inicial era US$ 0,0082 e acumulou cerca de 280%, chegando aos atuais US$ 0,02350899. Oscilando bastante, perder quase 47% no último mês, mas opera em alta nos últimos dias.

Babies menos vantajosas

Existem outras baby coins que não conseguiram aproveitar o aparente interesse por tokens com essa nomenclatura. a BabySwap (BABY) caiu de US$ 0,38 em 11 de junho para atuais US$ 0,105983. O Coingecko mostra que ela desvalorizou mais de 75% desde então.

A BabyFloki (BABYFLOKI), criada em 27 de junho a partir do suposto nome do cachorro (!?) de Elon Musk, da raça japonesa Shiba Inu, teve preço de lançamento de US$ 0,00050524 e hoje está custando US$ 0,00045645 recuando 65% desde que passou a ser comercializada.

Essa mensagem do microblog que diz “Vou chamar meu shiba inu de Floki” acabou inspirando outros tokens usando nomes parecidos, e analistas já mostraram que a $FLOKI é uma fraude.

Usando o nome de outra raça de cachorro, vinda do Japão como o Shiba Inu –  a Baby Kishu (BABYKISHU). em 26 de junho, quando foi disponibilizada no CoinGecko, custava US$ 0,000000001139.

No gráfico do site, indica que até 5 de julho já acumulou cerca de 80% de prejuízo, sendo negociada agora a  US$ 0,000000000235.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!