continua depois da publicidade

Foi finalizada nesta quinta-feira (2) a votação da proposta de reforma do Imposto de Renda (IR) pela Câmara de Deputados.

A principal mudança solicitada no texto aprovado no dia anterior foi à redução da tributação de lucros e dividendos de 20% para 15%. Foram 319 votos a favor e 140 contra.

Os dividendos são isentos de impostos no Brasil desde 1995, e a taxação de 20% era uma das principais demandas da oposição. A aprovação do destaque fez parte de um acordo costurado para viabilizar a votação.

Encerrou assim a votação da Reforma do Imposto de Renda de pessoas físicas, empresas e investimentos. O projeto agora segue para aprovação no Senado. Se aprovado, a mudança valerá a partir de 1° de janeiro de 2022.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!