continua depois da publicidade

Em comunicado nesta quinta-feira (5) a CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens alertou sobre recorde histórico no número de brasileiros endividados.

A sondagem é realizada pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) mensalmente e apontou uma alta de 1,7 ponto percentual de um mês para outro.

Mais de 71,4% da população brasileira está endividada. As dívidas são referentes ao cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, crédito consignado, empréstimo pessoal e prestação de carro e casa.

Tudo leva a crer que os motivos das dívidas sejam devido à crise financeira advinda da pandemia, que resultou em alta taxa desemprego e a alta da inflação.

A redução dos auxílios do governo nos últimos meses diminuiu a renda da população. Os brasileiros estão recebendo menos e gastando mais. Com o aumento da inflação o consumo reduz, mas o gasto com materiais básicos como comida, higiene, saúde e demais custos necessários para sobrevivência estão mais caros.

Com a diminuição da renda o uso do cartão de crédito se faz necessário e esse é o principal ativo de endividamento na maioria dos casos apontados pelo CNC. É um meio que facilita o pagamento porém, esta modalidade é a que oferece o maior custo ao usuário, quando se torna crédito rotativo.

Mais uma vez, enfatiza-se a importância de educação financeira em nosso país.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!