continua depois da publicidade

Sob a influência da transformação digital em particular, novas necessidades de habilidades surgiram nos últimos anos e continuam a aparecer em ritmo constante. Dominar novas tecnologias está se tornando um problema cada vez maior na maioria profissões. Num contexto de rápidas mudanças, as competências técnicas tendem a tornarem-se obsoletas mais rapidamente, pelo que a capacidade de desenvolver novas competências e de se adaptar torna-se essencial. Tantos desafios para a formação profissional e o desenvolvimento de competências em negócios.

Quais habilidades farão a diferença amanhã?

O mundo do trabalho está em movimento perpétuo: as habilidades técnicas estão constantemente se reinventando, as profissões estão desaparecendo enquanto outras estão surgindo e certas habilidades estão se tornando tão essenciais quanto poderia ser até recentemente.

Quais habilidades técnicas e soft skills você precisa para ser e se manter competitivo? Sobre quais itens é crucial hoje pensar na formação profissional? Confira algumas habilidades necessárias para conseguir manter-se no mercado competitivo.

Domine as ferramentas digitais para colaborar à distância

Dominar ferramentas digitais está no topo da lista de habilidades técnicas para se manter competitivo. E por uma boa razão, uma das principais mudanças que os executivos enfrentaram nos últimos é a integração de novas ferramentas de trabalho. Entre elas estão às ferramentas colaborativas que continuaram a se multiplicar à medida que os espaços e os métodos de trabalho evoluíram. O teletrabalho, o coworking ou mesmo o freelance, rompendo com os locais habituais de trabalho, implica de fato poder dispor de todas as ferramentas para uma colaboração eficaz mesmo à distância .

Fale várias línguas estrangeiras para evoluir em um ambiente globalizado

Inglês, chinês, alemão, russo, espanhol, etc.: perante a crescente globalização e a internacionalização das empresas, o mundo do trabalho torna-se multilíngue. É por isso que a proficiência em várias línguas estrangeiras ocupa o segundo lugar entre as habilidades essenciais a serem possuídas, muito à frente de habilidades de TI como “programação e domínio de códigos de computador”.

O multilinguismo parece ser um pré-requisito para desencadear novas oportunidades profissionais e reduzir ainda mais as fronteiras espaciais no mundo dos negócios.

Capacidade de adaptação para aproveitar novas oportunidades

Além das habilidades técnicas, saber se adaptar parece ser uma das soft skills mais valorizadas pelas empresas, principalmente para cargos executivos. Esse sucesso pode ser explicado por trajetórias profissionais cada vez menos lineares: por um lado, os executivos são confrontados, mais do que outros funcionários, com mudanças rápidas de cargo.

A maioria dos executivos planeja ou podem planejar mudar de emprego nos próximos dois anos. Estar aberto à mudança é a condição essencial para enfrentar todos esses desafios.

A capacidade de ser autônomo para responder a atividades cada vez mais individualizadas

A autonomia e a capacidade de tomar iniciativas parecem ser a 2ª habilidade essencial a possuir, devido a crescente individualização de tarefas e o desenvolvimento exponencial do trabalho remoto.

Entre as outras soft skills mencionadas, mas em menor grau, encontramos:

  •     A organização (23%)
  •     Otimismo (22%)
  •     Espírito de equipe (20%)

Todas estas competências são essenciais num mundo de trabalho onde as soft skills são cada vez mais utilizadas como critério determinante para o recrutamento. Hoje, 62% dos gerentes dizem que estão prontos para recrutar um candidato principalmente em suas habilidades comportamentais e é uma aposta segura, dada a rápida obsolescência das habilidades técnicas, que esse número continuará aumentando.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!