continua depois da publicidade

Nesta sexta-feira (10) a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) anunciou a compra da Holcim, grupo suíço de materiais de construção. O negócio foi avaliado em US$ 1,025 bilhão (equivalente a R$ 5,35 bilhões).

No acordo, está prevista a venda conjunta de 5 fábricas de cimento, 4 estações de trituração, 6 centros especializados em grânulos e 19 centros de concreto.

Com a aquisição, a CSN se tornará a 3ª maior produtora de cimento do Brasil, atrás apenas da Votorantim e Intercement.

A aquisição da Holcim representa a 2ª compra da CSN Cimentos em menos de 4 meses. Em junho, o braço da siderúrgica comprou a Elizabeth por mais de R$ 1 bilhão do fundo Farallon.

A CSN disse que o acordo adiciona uma capacidade produtiva à da CSN Cimentos de 10,3 milhões de toneladas de cimento por ano por meio de plantas estrategicamente localizadas no Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste, além de substanciais reservas de calcário de alta qualidade e unidades de concreto e agregados.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!