continua depois da publicidade

Nas últimas semanas, os sites especializados BTCdirect (Europa) e CoinTelegraph (EUA) apresentaram análises similares sobre a tendência de acumulação do Bitcoin (BTC), que pode repetir o ‘pump duplo’ vivido em 2013.

Dados da plataforma de análise Glassnode mostram que a recente oscilação no preço do Bitcoin a fez cair de US$ 65.000 para a faixa de US$ 30.000, mas isso não foi suficiente para que os detentores de longo prazo (long term holders ou LTH) se desfizessem do ativo. O pico nas reservas de Bitcoin foram mantidas em carteiras com saídas não gastas, exatamente quando o preço do BTC estava caindo.

O Bitcoin parece estar agora em um ponto crucial. Para alguns analistas é o início de um novo mercado baixista, considerando que maio de 2021 foi seu pior mês dos últimos 10 anos. Contudo, dados de movimentação recente indicam uma onda de coleta de Bitcoin entre os mineradores. Isso fez com que o fornecimento de BTC ativo começasse a diminuir.

Os detentores de Bitcoins de curto prazo (short term holders ou STH)  – que se desfazem dela menos de uma semana após acumulá-la – foram os maiores vendedores durante a queda na taxa BTC/USD. A análise da Glassnode aponta que os novos participantes do mercado venderam o BTC “em pânico” durante a queda de maio, período no qual perdeu 38% em comparação à sua máxima histórica.

As grandes flutuações de preço recentes servem como um sinal de que os investidores permaneceram temerosos ou incertos sobre o próximo viés de mercado da criptomoeda líder.

Pump duplo

Vale lembra que no início do mercado baixista, em 2017, o preço se recuperou rapidamente depois de estar um pouco acima dos US$ 10.000, mas acabou se revelando o início do mercado em baixa. Em março de 2018, o preço caiu abaixo dessa linha novamente, apenas para despencar novamente em abril de 2019.

Outros analistas esperam um cenário de pump duplo, como em 2013. O preço oscilou um pouco até disparar para patamares mais altos. O analista PlanB, por exemplo, espera um preço de 288.000 dólares este ano com base em seu modelo S2FX.

O Glassnode antecipou que os detentores de longo prazo realizam seus lucros ou perdas em algum momento (PnL). O portal utilizou uma métrica proprietária que calcula os níveis de exaustão dos detentores de longo prazo. É nesse ponto que sua capacidade de manter quebra do BTC e que os leva a calcular seus lucros ou perdas no mercado.

Os analistas explicam que “o grau atual de PnL não realizado líquido mantido pelos LTHs testa o nível de 0,75, que tem sido o nível de sucesso ou fracasso entre os ciclos de alta e baixa do passado”. Acrescentam ainda: “Apenas no cenário de ‘pump duplo ’de 2013 essa métrica teve uma recuperação. Se os LTHs continuarem a ver seus ganhos cair, isso também pode criar uma nova fonte de suprimento indireto. Por outro lado, preços mais altos e um aperto na oferta de comprar a queda começariam a se assemelhar ao cenário de ‘pump duplo’ de 2013 ”.

Elemento novo

O fator principal que distingue o cenário atual de detenção de Bitcoin dos anteriores são os déficits de trilhões de dólares dos Estados Unidos.

No governo de Joe Biden a maior economia do mundo experimenta sua maior proporção de dívida em relação ao PIB desde a Segunda Guerra Mundial. O cenário é de pessimismo, especialmente após a decisão do presidente na semana passada, quando foi anunciado um novo plano de gastos de US $ 6 trilhões para 2022.

A decisão pode aumentar os gastos do governo para US$ 8,2 trilhões por ano até 2031. Isso resultará em déficits fiscais anuais de mais de US $ 1,3 trilhão e US $ 1,8 trilhão em 2022.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!