continua depois da publicidade

Nesta terça-feira (5) em entrevista a Reuters, a gigante do setor de bebidas e alimentos, PepsiCo, disse que provavelmente aumentaria os preços novamente no início do próximo ano, a fim de superar os crescentes desafios da cadeia de abastecimento que incluem tudo, desde a falta de garrafas de Gatorade até a falta de motoristas de caminhão.

O diretor financeiro Hugh Johnston disse que a PepsiCo teve que “lutar” para superar a escassez de latas e garrafas de Gatorade nos últimos meses, já que a demanda por suas bebidas aumentou em restaurantes e cinemas após o levantamento das restrições induzidas pela pandemia.

A PepsiCo já aumentou os preços de seus refrigerantes e salgadinhos nas últimas semanas, ecoando a estratégia da indústria de alimentos embalados mais ampla, já que o aumento dos preços das matérias-primas prejudica as margens de lucro.

“Espero que provavelmente haja alguns aumentos de preços no primeiro trimestre do próximo ano também, à medida que absorvemos e travamos totalmente o impacto da inflação das commodities”, disse Johnston, acrescentando que espera que a maioria das interrupções na cadeia de abastecimento moderem até o final de 2021.

Os negócios da PepsiCo no Reino Unido também foram atingidos por uma escassez de motoristas de caminhão na Grã-Bretanha pós-Brexit devido às regras de imigração e uma perda de cerca de um ano de testes e treinamento de motoristas.

No entanto, Johnston disse que não espera uma escassez de produtos PepsiCo nos supermercados, dizendo que a empresa deve estar em melhor forma no final do quarto trimestre.

A empresa disse que esperava que a receita orgânica do ano fiscal de 2021 aumentasse cerca de 8%, em comparação com a previsão anterior de um aumento de 6%.

A receita orgânica da PepsiCo no terceiro trimestre aumentou 9%, 5 pontos percentuais dos quais vieram da venda de produtos com preços mais elevados. Os custos aumentaram mais de 10%, impulsionados por maiores despesas com distribuição e marketing.

A receita líquida aumentou 11,6% para US$ 20,19 bilhões no trimestre encerrado em 4 de setembro, acima das estimativas dos analistas de US$ 19,39 bilhões, de acordo com dados IBES da Refinitiv. (Com informações de Reuters).

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!