continua depois da publicidade

A Black Friday está aí mais uma vez e apesar da data aparecer com diversas ofertas irresistíveis, não dá para sair comprando tudo que vimos pela frente. Desde o inicio de novembro, navegar em redes sociais ou entrar em qualquer E-commerce é estar cercado de anúncios de promoções da “Black Friday”.

Não é eufemismo dizer que as coisas podem ser um pouco diferentes este ano, à medida que a pandemia continua assombrar, com novos casos de COVID-19 aumentando novamente e o país preparando diferentes tipos de escassez no varejo. Em meio a toda essa agitação, as compras de fim de ano ainda estão acontecendo, assim como a Black Friday.

Ainda não sabemos o que está por vir e mesmo com organização financeira e planejamento é quase impossível saber como estará nossas economias no dia de amanhã. Por isso, evitar gastos desnecessários é recomendável.

Grandes varejistas costumam planejar a campanha de marketing desta data muito cedo, e muita gente não tem conhecimento, porém, existem muitas estratégias utilizadas para aumentar as vendas, como os gatilhos mentais, por exemplo, que geram desejos que surgem no inconsciente e levam aos gastos não planejados.

A Black Friday pode apresentar sim ofertas que podem e até devem ser aproveitadas. Mas é importante estar atento a algumas questões. Confira alguns pontos importantes para conseguir aproveitar a Black Friday sem se endividar.

Faça uma lista do que está precisando

Sempre tem algo que estamos precisando ou que é um desejo e a Black Friday pode ser um ótimo momento para aproveitar para adquirir tal coisa. Se planejar e economizar para comprar o que precisa na Black Friday é uma atitude muito sensata, afinal você pode aproveitar um preço bem abaixo no mercado nesta data que tem produtos em escassez.

Antes de sair clicando em todos os anúncios de promoção e comprando coisas da qual não precisa e não vai utilizar, faça uma lista daquilo que você precisa. Não necessariamente você é obrigado a comprar na Black Friday, mas ter essa lista em mãos pode facilitar em qualquer momento de compras.

Tenha um plano e estabeleça regras

Portanto, por vários motivos, você pode estar preparado para comprar demais na Black Friday. Com isso em mente, tente lembrar que “caçar pechinchas” pode levar a comprar coisas da qual você não precisa.

Além disso, o fato de sua loja favorita estar promovendo 40% de desconto não altera o valor em sua conta bancária. Portanto, procure fazer compras com intenção, e não em resposta a promoções.

Antes de comprar, revise suas finanças para determinar quanto você pode gastar nas compras. Caso queira aproveitar a Black Friday para antecipar os presentes de natal, crie uma lista de destinatários de presentes também. Com essas informações, você terá uma ideia de quanto gastar com cada pessoa.

Ao planejar, defina algumas regras. Caso contrário, é muito fácil identificar algo que você deseja e comprar impulsivamente. Você já tem uma regra para guiá-lo: mantenha-se na lista.

Sem se impor limites, você pode fazer exatamente o que os varejistas desejam – ver seus produtos e comprá-los impulsivamente.

Consulte os preços com antecedência

Confira os preços médios dos produtos que você quer comprar para que você possa confirmar se os descontos serão realmente relevantes no dia da Black Friday.

Assim, você evitará comprar tudo pela metade do dobro, ou ser vítima de uma Black Fraude.

Cuidado com produtos muito baratos

A época da Black Friday é um prato cheio para golpes virtuais, lojas falsas com descontos quase impossíveis de serem aplicados na realidade. Para isso, é fundamental que, antes de realizar uma compra em uma loja que você nunca comprou antes, cheque a reputação dela.

Compras Online x Físicas

É muito mais fácil fazer uma compra por impulso online do que estando em uma loja física. Isso porque para fechar uma compra online basta apenas um “clique”.

Para não cair no arrependimento depois do carrinho fechado, evite fazer a compra no exato momento da promoção.

Confira o mesmo produto em outros sites e espere algumas horas antes de inserir os dados do seu cartão e fechar a compra.

Cuidado com o preço do frete

Uma forma muito comum de os vendedores tentarem passar a perna nos consumidores é dar um bom desconto no produto, mas compensar essa quantia no preço do frete.

Então, desconfie da loja que oferece um produto que custava R$ 55 com frete grátis de repente aparece na Black Friday por R$ 39 + R$ 18 de frete.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!