continua depois da publicidade

Conforme mostrou o site especializado The Block, uma porcentagem considerável do fornecimento em circulação do bitcoin (BTC) já é bloqueada para ser utilizada no blockchain Ethereum. São 240 mil BTC no blockchain desenvolvido por Vitalik Buterin. Isso equivale a 1,3% do fornecimento atual da criptomoeda (e 1,1% do fornecimento total do bitcoin).

Desde o início do ano, a quantia de bitcoins tokenizados aumentou em 100 mil e continua crescendo rapidamente.

Tokenização

Tokenização é um processo de substituição dos dados reais por outros equivalentes, com mesmo formato e protegidos por uma chave de criptografia. No caso dessas criptomoedas, ele ocorre quando se bloqueia uma quantia de bitcoin e emite um número equivalente de tokens na Ethereum.

Os tokens que são lastreados em bitcoin ficam com seu preço ligado ao bitcoin, podendo também ser usados em plataformas de finanças descentralizadas (DeFi) e em outros protocolos. Há possibilidade de reverter o processo, quando os tokens são destruídos e os bitcoins, liberados.

A maioria dos tokens foram transformados em wrapped bitcoin (WBTC). WBTC totaliza 80% dos tokens bloqueados na Ethereum, que represem 1% do fornecimento em circulação do bitcoin.

Existem outras versões tokenizadas do bitcoin, incluindo HBTC, renBTC, imBTC, sBTC e tBTC.  Eles são operados por protocolos que permitem que usuários transfiram suas versões de bitcoin tokenizado e vice-versa.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!