Está quinta-feira (30) foi agitada para os motoristas do app Uber em Bruxelas. A própria Uber Technologies Inc. se juntou a um protesto de seus motoristas com suspensão sem precedentes de seu serviço na capital belga.

As regras de condução no país de 1995 proíbem os motoristas de usar smartphones, o que significa que aqueles que usam o aplicativo Uber para pegar clientes e levá-los ao seu destino correm o risco de perder seus veículos, disse o Uber em um blog.

“Isso não é aceitável em 2021”, disse o Uber, acrescentando que o setor esperava há sete anos por reformas.

Em um e-mail para clientes, a empresa de transporte disse que seus serviços estariam indisponíveis por três horas nesta manhã porque o governo de Bruxelas não apresentou um plano de reforma antes do verão, contrariando sua promessa de fazê-lo.

O Uber disse que a suspensão é “excepcional e sem precedentes” na Europa e que ela está entre os 2.000 carros independentes que usam seu aplicativo diariamente e que “temem por seu trabalho e estão preocupados com seu futuro”.

Durante a suspensão, centenas de motoristas do Uber dirigiram seus carros em procissão pelo centro de Bruxelas até o escritório do primeiro-ministro regional, que se encontrou com uma delegação.

O governo de Bruxelas disse que elaborou um projeto de lei na terça-feira para reformar as regras para serviços de táxi e caronas. (Fonte: Reuters).