continua depois da publicidade

Nesta segunda-feira (9) tivemos uma nova estreia em nossa bolsa de valores (B3). A Viveo (VVEO3), distribuidora de produtos médicos, abriu seu capital na bolsa com altas na expectativa, após IPO realizada semana passada que movimentou cerca de R$ 1,8 bilhões.

O preço de R$ 19,92 das ações em sua oferta inicial foram anunciadas na quinta-feira (5). Hoje por volta das 10h25 (horário de Brasília), os papéis VVEO3 registravam alta de 12,95%, a R$ 22,50. Na máxima no início do pregão, os ativos avançaram 15,36%, a R$ 22,98.

Fundada em 1996 pela família Mafra, que hoje controla o negócio juntamente com a família Bueno, fundadora do grupo Amil, a empresa surgiu com foco em exportação e importação de medicamentos.

O grupo desde 2017 passou a contar com parceria de grandes marcas da área da saúde, como Flexicotton (produtos de higiene pessoal), Biogenetix, Vitalab, Byogene, de produtos hospitalares; além de uma fatia da Far.Me, de farmacoterapia. A lista de aquisições incluiu ainda a fabricante de vacinas Tecnocold e a de fraldas e descartáveis Cremer.

No segundo trimestre a empresa apresentou lucro líquido consolidado de R$ 218,2 milhões. O resultado representa uma disparada de 1.158% sobre os R$ 17,3 milhões do mesmo período do ano passado.

O grupo se apresenta como líder na distribuição de materiais médico-hospitalares e medicamentos no Brasil e conta com uma participação de mercado de 7%, destacou a empresa no prospecto preliminar da oferta que tem 15 centros de distribuição no país.

Share.
continua depois da publicidade