continua depois da publicidade

Aos poucos, o Brasil vai entrando no mercado de ativos digitais com o lançamento de fan tokens dos clubes de futebol. Duas semanas após o Atlético Mineiro lançar o $GALO, em parceria com a Socios.com, que pertence à fintech de serviços blockchain Chiliz (CHZ), agora foi a vez do Corinthians ofertar o $SCCP.

Com uma das maiores torcidas do Brasil, o time de futebol anunciou nesta terça-feira (22) que também fechou uma parceria com a plataforma de recompensas Socios.com e irá oferecer uma nova opção de interação exclusiva com os seus tokens utilitários

Em comunicado à imprensa, o clube anunciou: “Torcedores de qualquer lugar do mundo poderão adquirir os fan tokens $SCCP, desenvolvidos pela Chiliz, e assim terão em mãos uma poderosa ferramenta digital para interagir com o Corinthians de formas inéditas, participando dia a dia da vida do clube em momentos especiais”.

“Temos o orgulho de anunciar esta parceria (…) como resultado de nossa intensa busca por inovações e novas plataformas de engajamento com nossa torcida. Agora, mais de 35 milhões de torcedores no Brasil e muitos mais ao redor do mundo poderão interagir com o Corinthians de formas emocionantes, onde quer que eles estejam”, destacou Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians.

O token foi batizado com as iniciais do nome oficial da agremiação: “Sport Club Corinthians Paulista” e dará aos seus proprietários oportunidades de engajamento com o time e possibilidade de obter produtos exclusivos.

Alexandre Dreyfus, CEO da Chiliz e da Socios.com, afirma que “esses criptoativos vão moldar o futuro das interações para os torcedores no Brasil e em todo o mundo ao transformar torcedores passivos em participantes ativos” na relação com o clube do coração.

Fan Tokens

Nos últimos meses, em meio à pandemia, muitas agremiações esportivas perderam fortunas com o público impossibilitado de assistir as competições. Algumas, como os times da NBA, maior liga de basquete do mundo, apostaram nos NFTs, com versões digitais de cards de jogadores e “momentos” da campeonato em andamento que podem ser comercializados como tokens não fungíveis.

Já os fan token são fungíveis, eles podem ser comprados na plataforma gastos em produtos e serviços exclusivos do clube. O futebol não é a única modalidade esportiva a utilizar esse sistema. A Formula 1 já algumas equipes optando por esse serviço, além do UFC, a maior liga de MMA.

Saiba mais sobre eles AQUI.

O comunicado de lançamento do Corinthians explica que, “com o fan token $SCCP, o torcedor pode ter voz em pesquisas para decidir quem deve ser homenageado, participar de fóruns, quizzes, competições e promoções de acesso restrito, visualizar conteúdos exclusivos, ganhar brindes e receber recompensas pela interação no app da Socios.com”. O preço não foi definido, mas em outros clubes dependendo do tipo de interação são usadas frações, como ocorre com qualquer criptomoeda.

O Corinthians se junta a mais de 35 outros grandes times do futebol que já disponibilizaram seu próprios fan tokens este ano, incluindo Barcelona, Milan, Juventus, Paris Saint-Germain e Manchester City. A Seleção da Argentina também disponibilizou o seu. Todos eles usam a rede da Chiliz, através da plataforma Socios.com.

Não há data definida para a comercialização dos tokens de Atlético Mineiro e do Corinthians. Na Socios.com os preços variam muito, onde os tokens podem ser comprado em moeda local ou em CHZ. Cada moeda digital do Chiliz vale hoje US$ 0.23 (ou R$1,20). Os fan tokens da seleção argentina custam dois dólares, já os do Barcelona, PSG e Juventus valem dois euros. O sistema de Milan e Manchester City é diferente, onde cada token sai por 200 CHZ, mesmo preço das equipes Aston Martin e Sauber.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!