continua depois da publicidade

O economista Robert Shiller, professor da Universidade de Yale e ganhador do Prêmio Nobel Robert Shiller,  afirmou que cogita em entrar no mundo das criptomoedas. Seu objetivo seria experimentar para conhecer melhor como funciona.  “Eu nunca comprei bitcoin. Talvez eu devesse atuar nesse mercado ”, disse ele.

Na entrevista que concedeu à CNBC, publicada no domingo. Shiller ganhou o Prêmio Sveriges Riksbank em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel em 2013 ao lado de Eugene Fama, Lars Peter Hansen “por sua análise empírica dos preços dos ativos”, detalhes do site do Prêmio Nobel. Ele é atualmente Professor Sterling de Economia na Universidade de Yale.

Shiller está preocupado com o atual mercado imobiliário, ações e criptomoedas, afirmando que vê uma mentalidade de “oeste selvagem” entre os investidores nesses mercados.

Discutindo o mercado de criptografia em particular, Shiller disse “Esse é um mercado muito psicológico. É uma tecnologia impressionante. ” No entanto, ele argumentou que “a fonte final de valor é tão ambígua que tem muito a ver com nossas narrativas, e não com a realidade.”

Mesmo assim, ele disse que ficou tentado a entrar na criptografia. O economista ganhador do Prêmio Nobel compartilhou: “Eu estava pensando em comprá-los para sentir o efeito. Muitas pessoas fazem isso na verdade. Nunca comprei bitcoin. Talvez eu deva ser ativo nesse mercado”.

Shiller sempre foi um cético quanto ao bitcoin. Em 2017, ele disse que o melhor exemplo de “exuberância irracional ou bolhas especulativas” era o bitcoin. Em 2018, ele disse que parecia uma bolha e questionou se a criptomoeda estará por aí em 100 anos. No entanto, ele observou: “Não quero menosprezar o bitcoin”, acrescentando que algo bom pode sair da criptomoeda.

Enquanto isso, outro ganhador do Prêmio Nobel, Paul Krugman, disse na semana passada que desistiu de prever a morte iminente do bitcoin, afirmando que “Sempre parece haver uma nova safra de crentes. Talvez apenas pense nisso como um culto que pode sobreviver indefinidamente. ”

Na última sexta-feira (23), Robert Shiller, ganhador do Prêmio Nobel de Economia e professor na Universidade de Yale, revelou que pensa em comprar Bitcoin para “testá-lo”.

Em entrevista à CNBC, o economista mostrou-se impressionado com o mercado de criptomoedas. No entanto, caracterizou-o como “fonte de valor ambíguo”.

A análise do acadêmico se estendeu ao mercado tradicional também. De acordo com Shiller, o preço dos imóveis, ações e criptomoedas estão criando um ambiente de “faroeste”.
Bitcoin é considerado

Shiller mostrou-se preocupado com investimentos em ativos, inclusive os digitais. No entanto, ainda considerou o Bitcoin.

“Estava pensando em comprá-los para sentir o efeito. Muitas pessoas fazem isso na verdade. […] Nunca comprei Bitcoin, talvez eu deva participar desse mercado”, revelou.

Shiller destaca ainda a tecnologia em torno das criptomoedas, que o ganhador do Nobel classificou como “impressionante”. Apesar de exibir certo interesse pela criptomoeda, o economista caracterizou o valor do Bitcoin de ambíguo.

“A fonte final de valor é tão ambígua que tem muito a ver com nossas narrativas, e não com a realidade”, frisou.

Recentemente, o preço da criptomoeda flutuou depois de declarações equivocadas do magnata Elon Musk.
Medo de uma bolha no mercado

Preocupado com a formação de uma bolha no mercado, principalmente no imobiliário, Shiller diz que os preços de casas nunca estiveram tão altos.

Segundo o economista, o atual valor dos patrimônios lembra o cenário de 2003, dois anos antes do início da queda. Shiller diz que a desvalorização do mercado ocorreu gradualmente e estourou próximo à crise de 2008.

“Não acho que tudo seja explicado pela política do banco central. Algo está acontecendo na sociologia dos mercados”, pontuou.

Seguindo esta linha de pensamento, o acadêmico diz que um ambiente de “faroeste” domina os segmentos de habitação, ativos digitais e ações.

Embora o mercado de criptomoedas tenha disparado entre 2020 e 2021, o momento atual é de duras correções.

Por fim, Shiller alerta que temores de inflação podem empurrar ativos para baixo, incluindo as criptomoedas.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!