continua depois da publicidade

Neste final de semana, após o anúncio do presidente de El Salvador, Nayib Bukele, sobre o bitcoin tornar-se uma moeda legal no país, o Paraguai, também parece estar fazendo planos para a adoção nacional dos criptoativos.

O deputado Carlos Antonio Rejala Helman usou sua conta Twitter para anunciar que seu país começa a trabalhar esta semana em um “grande projeto” envolvendo Bitcoin e PayPal.

Embora não tenha oferecido detalhes do projeto, teve grande repercussão e recebeu mais de 11 mil curtidas. Chama atenção a escolha do parlamentar de usar em sua foto de perfil os famosos “olhos de laser” que indicam aumento de preço e suporte à criptografia. O meme ficou popular há cerca de três meses, quando a comunidade cripto começou a apostar no preço de um bitcoin acima de US$ 100.000 e Dogecoin acima de um dólar. Mas até agora nenhuma das duas coisas aconteceu.

Os comentários do tuíte mostram uma recepção muito favorável, refletindo a expectativas de cidadãos de outros países latino-americanos.

De acordo com o relato do CryptoBriefing, Rejala Helman é conhecido por sua admiração pele presidente de El Salvador. Em outros momentos afirmou ser o “Bukele paraguaio”, o que alimentou comentários sobre ter feito  anúncio depois do mandatário salvadorenho.

Embora não seja possível comprovar uma ligação, o Bitcoin teve novas altas após os anúncios de Bukele e Rejala. Nesta segunda-feira, está cotado a US$ 35.744,80 (cerca de R$ 185 mil), com mais de 4% de aumento no final de semana.

Caso se confirme, o projeto do Paraguai tem uma grande diferença com o planejamento de El Salvador, pois envolveria o PayPal. Uma das maiores empresas de pagamentos do mundo, a multinacional recentemente passou a aceitar pagamentos em criptomoedas nos Estados Unidos.

O recurso “Checkout with Cypto” permite transações com bitcoins, litecoins, ethereums ou bitcoin cashes, as principais criptomoedas do mercado, sem cobrar taxas adicionais.

Caso Rejala Helman esteja certo é altamente provável que o PayPal esteja envolvido no início de uma era de adoção em massa de criptomoedas no Paraguai, um país que em 2018 apoiou a criação de um centro de mineração de criptografia.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!