continua depois da publicidade

A Gol amanheceu trazendo boas notícias ao mercado nesta quarta-feira (15). A companhia aérea informou que vai receber um aporte de US$ 200 milhões (R$ 1,05 bilhão) da American Airlines em troca de ações preferenciais emitidas pela empresa brasileira em um aumento de capital.

Além das ações, o acordo de codeshare (compartilhamento de voos) mais intenso e profundo, cria a maior malha entre o Brasil e os Estados Unidos, cooperação comercial entre as duas companhias, incluindo mais voos para mais destinos em ambas as empresas, e mais benefícios em 2022 nos programas Smiles, da Gol, e AAdvantage, da American, criando o maior programa conjunto de fidelidade.

A Gol será a única parceria de codeshare da American Airlines no Brasil e os viajantes alcançarão 30 destinos da AA nos Estados Unidos e mais de 20 novos destinos na América do Sul servidos pela Gol.

“Esse novo acordo de codeshare entre duas das empresas líderes nas Américas combina nossas malhas altamente complementares para oferecer aos clientes uma experiência de viagens melhor, com o maior número de voos e destinos nas Américas do Sul e do Norte”, disse o CEO da Gol, Paulo Kakinoff.

Com o investimento, a linha aérea americana receberá 22,5 milhões de ações preferenciais (sem direito a voto, mas com prioridade no recebimento de dividendos) a ser emitido pela Gol, o que elevaria sua participação na companhia brasileira a 5,2%.

O valor a ser pago pela American será de US$ 9 por ação, o equivalente a R$ 47,03.

O aumento de capital ainda deve ser aprovado pelo conselho de administração da empresa. Os demais detentores de ações preferenciais da Gol poderão, segundo a companhia, exercer a preferência e comprar (subscrever) uma parte das ações a serem emitidas proporcionalmente às suas participações existentes na companhia, o que evitaria uma diluição.

 

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!