continua depois da publicidade

Para quem está começando no mundo das criptomoedas, uma das principais dicas para não errar é observar atentamente as análises e conselhos dos traders mais experientes.

Uma dica comum dada pelos especialistas é ficar atento para a Média Móvel Exponencial (MME) de 20 dias e a Média Móvel Simples (SMA) de 50 dias. Isso pode ser fundamental na hora de decidir os melhores momentos para comprar e vender tokens.

O analista de criptomoedas Rakesh Upadhyay ensina que, para ter sucesso neste mercado de é preciso identificar as tendências de médio e curto prazo. Existem tendências nas médias móveis de preço em três cenários: altista (bull market), baixista (downtrend) ou mercado limitado (range-bound). Mas o que isso significa?

Primeiramente, é preciso entender os de conceitos de “suporte” e “resistência”. Na flutuação do mercado, o preço da moeda digital chega a uma faixa (nível) que é incapaz de ultrapassar, isso é considerado uma barreira. Já no caso do suporte, o preço chega a um valor mínimo, chamado “piso”, enquanto na resistência, o preço bate no máximo “teto”. Numa versão simplificada, suporte é percebido como uma zona de demanda e resistência, uma zona de oferta.

Agora vamos entender alguns detalhes da estratégias de análise.

O primeiro caso é quando o mercado está limitado. Isso é caracterizado quando a ação do preço está em uma faixa volátil e aleatória. Conforme ensina Upadhyay, se as faixas foram bem definidas, é possível negociar criptomoedas. Caso estejam muito apertadas, é melhor esperar.

Range-bound, em forma simplificada, é a estratégia de negociação que observa e identifica ações de negociação em canais. Após análise técnica, quando encontra grandes níveis de suporte e resistência, um trader de tendências compra ações na faixa inferior do canal (perto do piso) e as vende perto do limite superior da faixa de resistência (teto).

O melhor jeito de ganhar é comprar em uma recuperação do suporte e registrar os lucros perto da resistência da faixa. Os stops para essas negociações podem ser mantidos logo abaixo do suporte da faixa.

Como alerta Upadhyay, a ação limitada a uma faixa é seguida por um forte movimento de alta ou de baixa. Sendo assim, toda vez que a tendência muda, é preciso mudar também a estratégia.

Quem já conhece alguns termos populares na critpografia saber que o termo bull run, ou corrida de touros, refere-se ao aumento de preço. Então, comumente se descrevem mercados altistas como bull markets. Quando isso ocorre, os traders analisam as médias móveis para procurar uma oportunidade de entrada de baixo risco.

Um bom indicador nas tendência de alta é observar a MME de 20 dias, buscando estabelecer um forte suporte. Nesses casos, os traders podem esperar que o preço caia e se recupere da MME de 20 dias antes de comprar.

Upadhyay cita como um bom exemplo o caso da Binance Coin (BNB), que iniciou sua tendência de alta em fevereiro. Isso dá uma oportunidade de compra de baixo risco, pois o stop loss pode ser colocado logo abaixo da MME de 20 dias ou da oscilação baixa.

Quando ocorrem altas verticais, o analista destacou que o timming é tão forte que o preço não se corrige para a MME de 20 dias. “Nesses casos, se os traders continuarem esperando pela entrada perto da MME de 20 dias, podem perder toda a alta”, sentencia.

A melhor estratégia, lembra Upadhyay, é reduzir o período da Média Móvel Exponencial para 10 dias. Fazendo isso, as oportunidades de entrada se abrem, oferecendo uma boa relação risco-recompensa.

Por fim, quando as tendências são de bear, ou mercado baixista, as médias móveis tendem a atuar como pontos de resistência. Um exemplo usado pelo analista foi a situação do Bitcoin em 2018.

Naquela época, as “altas de alívio” pararam perto da MME de 20 dias, mostrando que os investidores mais pessimistas já estavam rendidos quando o preço atingiu esta resistência.

“Depois que a tendência de baixa foi estabelecida, houve duas ocasiões em que o preço subiu acima do SMA de 50 dias. Observe que antes de isso acontecer, o RSI caiu perto do território de sobrevenda, o que pode ter atraído traders de contra-tendência”, finaliza Upadhyay.

RSI é abreviação para Relative Strength Index – Índice de Força Relativa –  que ajuda a concluir se o preço de uma moeda está muito baixo (sobrevendido) ou muito alto (sobrecomprado).

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!