continua depois da publicidade

BDR significa Brazilian Depositary Receipts, eles são certificados que representam ações emitidas por empresas em outros países, mas que são negociados aqui no Brasil, dentro da B3.

Esses certificados são recibos de ações não negociadas no Brasil. Para entender melhor, pense em como funcionam os cheques. O cheque não é dinheiro, ele é um papel que representa o dinheiro que está no banco. O BDR é um papel que representa uma ação que esta em outro país.

A maioria dos BDRs é dos EUA, isso porque grandes empresas conhecidas mundialmente estão lá instaladas. Quando falamos em investir em BDRs estamos falando na possibilidade de investir em empresas como Disney, Apple, Google, Netflix, Tesla, Microsoft e outras.

Qualquer um pode investir em BDR?

Sim, qualquer pessoa pode investir nesse ativo, mas nem sempre foi assim. Até pouco tempo atrás apenas investidores qualificados poderiam comprar esse ativo.

Investidores qualificados são aqueles investidores que possuem mais de R$ 1 milhão em aplicações financeiras. Além disso, também precisam atestar que possuem conhecimento sobre o mercado financeiro.

Em final de outubro do ano passado essa regra foi descartada e qualquer investidor agora pode aplicar em BDRs.

Com a mudança nas regras, já no primeiro mês o aumento do volume de investidores nessa modalidade foi mais de 2.787%.

Quais são os tipos de BDRs disponíveis?

BDR Nível 1

Os BDRs Patrocinados Nível 1 são uma opção de ativos muito restrita no mercado. Eles só podem ser negociados em investimentos financeiros maiores do que R$ 1 milhão.

BDR Níveis II e III

Os BDRs patrocinados nível II e III caracterizam-se por exigir registro da companhia emissora na CVM e serem admitidos à negociação em mercados de balcão organizado ou bolsa de valores. A diferença entre eles é que o BDR patrocinado nível III é registrado na hipótese de distribuição pública simultânea no exterior e no Brasil.

BDR Não Patrocinado

A regulamentação prevê ainda a existência do BDR não patrocinado, que é o programa instituído por uma ou mais instituições depositárias emissoras de certificado, sem um acordo com a companhia emissora dos valores mobiliários objeto do certificado de depósito, somente admitindo negociação nos moldes do BDR Patrocinado Nível I.

Vale a pena investir em BDR?

Para alguns analistas essa é uma boa possibilidade para expandir e diversificar sua carteira com ativos no exterior.

Ele se torna mais fácil do que investir diretamente em ações de outros países, já que para isso o investidor necessitaria de acesso a outras bolsas de valores.

Investindo em BDR é necessário apenas um sistema para operar, sendo ele da sua própria corretora de valores, no idioma do seu país de origem.

Além da facilidade na operação, o investidor também se livra da complicação da declaração de imposto de renda no exterior. Também não precisa se preocupar com o custo de remessa ou spread de cambio.

Investindo em BDR você tem os mesmos direitos de quem investe diretamente na ação. Inclusive na partilha de dividendos.

Quais cuidados necessários ao investir em BDR?

Não é porque se trata de uma empresa do exterior que ela não tenha riscos, é necessário analisar da mesma forma que uma empresa no Brasil.

O investidor precisa conhecer a empresa; criar expectativas de quais resultados espera dela, como estão os resultados atuais e como já foram no passado e como serão no futuro.

Procure ativos que diversifiquem sua carteira, mas que também façam sentido para você.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!