continua depois da publicidade

Sam Bankman-Fried, 29 anos, possui mais de US$ 10 bilhões em patrimônio, sendo a pessoa que acumulou riqueza mais rapidamente que qualquer outro na história moderna. O fundador da exchange de criptomoedas FTX tem dito que sua principal motivação era ficar rico o bastante para fazer doações significativas.

Adepto da filosofia do “altruísmo eficaz”, a qual afirma que as evidências devem indicar o caminho pelo qual as boas ações são executadas, Bankman-Fried começou a analisar como poderia fazer o melhor uso de sua vida.

Quando ainda estava na faculdade, lembra ter ficado dividido entre trabalhar para causas filantrópicas ou ir para Wall Street. Acabou decidindo que a melhor maneira de obter o retorno do investimento que faria com sua própria vida era enriquecendo.

Durante o evento virtual que abriu o Forbes Under 30 Summit 2021, Bankman-Fried explicou que a busca pela  maneira de fazer a maior doação possível para o futuro da humanidade o levou às criptomoedas. Teve enorme sucesso fundando uma das maiores exchanges e talvez o maior depósito de criptoativos do mundo.

“Fazer o bem é bom de qualquer maneira”, declarou durante sua conversa com o diretor de conteúdo da Forbes, Randall Lane. Para ele, esse é o melhor retorno que poderia ter de seus investimentos.

Embora em 2014 Bankman-Fried tenha se formado em Física pelo Massachusetts Institute of Technology, ele não trabalhou na profissão. Suas principais decisões foram tomadas após avaliar cuidadosamente qual a melhor maneira de fazer o bem.

Já com experiência como trader em uma empresa de negociação quantitativa focada em tecnologia e resolução de problemas, Bankman-Fried foi atraído pelo mundo das criptomoedas quando que se popularizava rapidamente. Em 2017, fundou a empresa de negociação quantitativa Alameda Research, que administra US$ 100 milhões em ativos digitais.

Quase ao mesmo tempo, a bolsa de criptomoedas FTX, que realiza, US$ 5 bilhões em transações por dia, em média. Também é dono da Solana, um blockchain projetado para competir com o Ethereum, oferecendo transações mais rápidas e baratas.

Essas três empresas formam a base de um ecossistema financeiro quase independente, no qual seus empreendimentos são mais capazes de capturar o valor que criam. Os número de sua fortuna impressionam, embora a maior parte de seu dinheiro esteja inacessível.

Seu patrimônio líquido é estimado em US$ 11,5 bilhões, mas também possui US$ 23 bilhões criptograficamente trancados para garantir aos usuários que ele não inundará o mercado. Ele é bilionário de criptomoedas mais rico cujo nome conhecemos.

Agora que atingiu o sucesso, prepara-se para, finalmente, dedicar-se a “fazer o bem”. Ele deve desvencilhar de suas obrigações nas empresas para dedicar-se às suas causas favoritas, incluindo o controle de doenças e o bem-estar animal.

Em fevereiro, lançou a Fundação FTX, ONG sem fins lucrativos, que tem como missão distribuir 1% das taxas líquidas da FTX para caridade e já reservou US$ 8,9 milhões para doações, incluindo US$ 6 milhões de outros doadores que procuram seguir seu exemplo.

Compartilhar.
continua depois da publicidade

Deixe seu comentário!